Google

segunda-feira, 23 de junho de 2008

Onde a medo, a poder

A reconsideração inteligente.
Para a solução final chegar de maneira conveniente,
certas coisas devem ser passadas a limpo.
É necessário conciliar as forças conflitantes.

sábado, 21 de junho de 2008

Que todas as suas ações e atitudes levem em conta
a necessidade de você estar sempre em paz consigo mesmo.

O grande segredo da magia está em usar os elementos certos,

nas quantidades corretas e durante um tempo conveniente.
Juntando forças e elementos, com sabedoria e moderação,
conquista-se a mistura perfeita (a pedra filosofal).

terça-feira, 17 de junho de 2008


Organize a sua vida. Coloque em ordem seus pensamentos,s

eus projetos, seu coração, sua casa, seus armários...

Deixe pronta a sua vida para receber o fruto de seus sonhos.

As vezes devemos usar as nossas características masculinas:

aguerrimento, tenacidade, firmeza, determinação, virilidade,

comando, razão lógica, força, autoridade...

uma imagem dificil de se ver pessoalmente


"A sabedoria é dada pela Deusa não aos

escolhidos, e sim ela sempre

prepara quem vai receber essa mensagem,

por isso, qdo ouvir o chamado,

pare e pense, pois realmente pode

ser o chamado ou ela pode estar te

testando....."

quinta-feira, 12 de junho de 2008


ALIMENTO PARA AS FADAS

Todas as fadas adoram gengibre, mel, leite, bolos, balas, biscoitos e sucos.
Para atraí-las coloque a guloseima sobre uma
pedra de pirita, prata, cristal, quartzo ou lunária.
Apreciam também essências fortes como canela e pinho.
Mas você deve dar de comer a elas sempre realizando um trato.
Antes de conceder-lhes o alimento, diga:
"O QUE É MEU É SEU, O QUE É SEU É MEU."
Peça então para que elas tornem sua casa um
lugar alegre e diga que sempre serão bem-vindas

sexta-feira, 6 de junho de 2008

LINDU D+


Fadas

O mais antigo registro das fadas, retratadas como pequenos seres alados, surgiram na arte etrusca à cerca de 600 a. C., na forma de "Lasa", espíritos do campo e das floresta. As Lasa eram descritas como pequenos seres humanos alados que flutuavam sobre um recipiente com incenso ou sobre uma bacia votiva. Estas primeiras fadas, estavam também associadas ao culto dos ancestrais e eram encontradas nos templos etruscos. Estavam ainda, identificadas com a vegetação e com todos os segredos da Natureza. A palavra "fairy" (inglesa), conhecida hoje é bem recente e foi usada, as vezes, para denominar mulheres mortais que haviam adquirido poderes mágicos, tal como a usou Malory para Morgan le Fay. Mas "fairy" originalmente significava "fai-erie", um estado de encantamento e se transferiu do objeto ao agente. Se dizia que as próprias fadas desaprovavam essa palavra e gostavam de ser chamadas com termos eufemísticos como: "Os Bons Vizinhos" ou "Boa Gente". Ao longo das Ilhas Britânicas se utilizam muitos nomes para as fadas. A palavra francesa "fai", procedia originalmente do italiano "fatae", as damas feéricas que visitavam as famílias quando havia um nascimento e se pronunciavam sobre o futuro da nova criatura, tal como faziam as Parcas. As imagens das fadas só vieram a surgir na arte celta após a ascensão do cristianismo, ou seja, depois da ocupação romana. Hoje, acredita-se que o povo de Tuatha de Danann está associado ao Reino das Fadas. Isto se deve a sua misteriosa aparição às Ilhas Britânicas envoltos em brumas. Lá encontraram o povo Fir Bolg, os quais derrotaram na batalha de Moytura. Posteriormente, quando os celtas invadiram a Grã-Bretanha (600-500 a.C.), os Tuatha De Danann desapareceram nos montes e bosques. Esta é a origem da crença de que as fadas habitam as áreas rurais. As lendas dos mitos celtas foram preservados em textos como "Mabinogion", o "Livro Branco de Rhyderch" (1300-1325) e o "Livro Vermelho de Hergest" (1375-1425). Todas as culturas européias, entretanto, possuem folclore envolvendo fadas. E, apesar das crenças sobre as fadas diferirem de uma cultura para outra, há dois conceitos básicos universais a todos: a distorção do próprio tempo e as entradas ocultas ao mundo das fadas.



A importância do Livro das Sombras

Numa época que os místicos eram mais reprimidos por suas atividades (inquisição), o Livro das Sombras era tradicionalmente preto e sem nenhuma descrição na capa ou na lombada, pois a intenção era que ele ficasse camuflado entre os outros Livros e passasse despercebido aos olhares maliciosos; por isso o nome "Livro das Sombras". Hoje, o Livro das Sombras as vezes ainda precisa ser camulfado dos olhares maléficos, mas não precisa ser necessariamente preto e sem descrição. Podemos usar a nossa criatividade para anotar todas as informações que julgamos valiosas.A grande importância do Livro das Sombras são os seus ricos registros, que servem para que o místico evolua através dos seus estudos/práticas/acontecimentos ocultos e também auxiliar alguém que venha lê-lo no futuro. Vale a pena ter um Livro das Sombras especial, original e personalizado:

DEUSA ÍSIS

Eu concebi carreguei e dei à luz a toda vida
Depois de dar-lhe todo meu amor
Dei-lhe também meu amado
Osíris Senhor da vegetação
Deus dos cereais para ser ceifado e nascer outra vez
Cuidei de você na doença fiz suas roupas
observei seus primeiros passos
Estive com você até mesmo no final
segurando sua mão para guiá-lo para a imortalidade
Você para mim é TUDO
E eu lhe dei TUDO
E para você eu fui TUDO
Eu sou sua Grande-Mãe, ÍSIS