Google

terça-feira, 12 de junho de 2007

A Serpente



Eu sou a Serpente. A Serpente de seus mitos e dos seus sonhos, do seu ser e dos seus desejos. Temida e desejada. CONHEÇA-ME! Quando você mergulha nas profundezas mais sombrias da vida, ou quando aspira alcançar brilhantes pináculos de sua alma, saiba que é sempre a Serpente que torna isso possível. Sou a tentadora, a sedutora de seus mitos. Por meio da abertura da mulher, das entranhas do homem, sou capaz de conduzir você da luz para a escuridão, do espírito para a matéria. Nunca se deixe iludir: a sua natureza é sempre dupla, você é um ser de dois mundos que, por meu intermédio, se transformam numa unidade. É na forma da Serpente Midgard que faço isso. Uma Serpente que engole sua própria cauda e, dessa forma, mantém o mundo coeso. Ou talvez este seja o abraço da vida. Através do ser humano, que sempre quer atingir algo mais distante e mais elevado, eu me transformo na Serpente do Arco-Íris, por meio do qual você pode atravessar todas as cores do espectro do ser, até chegar à fonte, à totalidade, à luz branca que brilha acima e da qual, na verdade, você é apenas um aspecto. Alguns me vêem como uma árvore. Uma árvore onde estão presas suas maiores aspirações. A morte e a vida são apenas duas faces de uma mesma moeda. É preciso nascer para poder morrer e morrer para poder nascer. Você caiu da luz para a escuridão e agora está fazendo o percurso de volta à luz. Você também é uma criatura do arco-íris. Cada cor existe como filha da luz e da escuridão. Tudo existe dentro de você.
Asa Noturna (um Guerreiro dos Quatro Ventos)

Um comentário:

Françoá disse...

Chocante a foto... muito interessante!!!

Bjs, Irmã!!!